Taxa de embarque sobe e custa até R$ 71,50 em voo internacional

Viajar pelos aeroportos do Brasil ficou 4,4% mais caro desde quinta-feira (15/03), quando entram em vigor as novas taxas de embarque definidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O embarque de um aeroporto como o de Congonhas, na zona sul de São Paulo, ou do Galeão, na zona norte do Rio, para qualquer outra cidade brasileira custa agora R$ 21,57 - antes, saía por R$ 20,66, além da passagem.

No caso de viagens internacionais, partindo dos principais aeroportos, a taxa subiu de R$ 68,74 para R$ 71,50. Neste valor está embutida não só a tarifa de embarque, mas um adicional de US$ 18 que vai para o Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac).

Para definir a taxa de embarque, a Anac divide os aeroportos por categoria. São chamados de "categoria 1", por exemplo, os 17 maiores e mais rentáveis - inclui dois de São Paulo, dois do Rio, os do Sul do País, Recife e Salvador.

E viajar a partir deles é mais caro. Por outro lado, aeroportos como o de Viracopos, em Campinas, Vitória (ES) ou João Pessoa (PB) têm taxa mais em conta: R$ 16,94.

Esses valores são pagos pelo passageiro no ato da compra da passagem, e a companhia aérea repassa para o administrador aeroportuário - na maioria dos casos, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que administra 67 aeroportos. Mas também pode ser para o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), responsável por 31 terminais.


Publicado em: 14/03/2012

Fonte: O Estado de S.Paulo

Voltar

Leia outras notícias

/ tempo agora

Previsão Guarulhos
Guarulhos 18°C

/ câmbio

Compra Venda
Dólar Com. 2,6589 2,6606
Dólar Paral. 3,2495 3,2515
Euro (Dólar)
Euro (Real)

/ newsletter

Newsletter Cumbica
Assine nossa news e receba informações em seu e-mail.

/ eventos

Nenhum evento

/ enquete

Você concorda com a privatização dos aeroportos?

Votar | Ver resultado